Notícias

Tags:



Voltar

Sociedade Brasileira de Cancerologia reforça posicionamento sobre a “Pílula do Câncer”

4 de abril de 2017

Sociedade Brasileira de Cancerologia reforça posicionamento sobre a “Pílula do Câncer” 

Em decorrência dos resultados da segunda fase de testes da fosfoetanolamina sintética, conhecida como a “pílula do câncer”, realizada com 72 pacientes com dez diferentes tipos de câncer, apresentados por pesquisadores do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, o Icesp, na última sexta-feira (31/3), a Sociedade Brasileira de Cancerologia (SBC) reforça:

O anúncio da suspensão dos estudos por falta de eficácia endossa o posicionamento que esta entidade fez desde o início desta polêmica. A inexistência de uma análise minuciosa e séria, com base nos critérios científicos aceitos mundialmente, além de seu registro definitivo na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), não permitem que a fosfoetanolamina sintética seja considerada como um medicamento. Não podemos apoiar a legalidade de algo que apresente resultados aquém do desejável. O compromisso maior é com a ciência.

A Sociedade Brasileira de Cancerologia, enquanto entidade representativa da especialidade no Brasil, defende o debate às problemáticas em torno do combate ao câncer no País, sem oportunismos, a partir de atitudes mais responsáveis que visem sua efetividade no tratamento de uma doença de grande impacto para a saúde pública.

Sociedade Brasileira de Cancerologia